18/01/2021 09h49

Cruzeiro é o 2º dos grandes a cair e não voltar no ano seguinte; relembre

Sem chances de subir, a Raposa está na 14ª posição, com 44 pontos

PUBLICIDADE
Rafael Sobis lamenta em Cruzeiro x Oeste (Foto: Gledston Tavares/Framephoto/Estadão Conteúdo

Rafael Sobis lamenta em Cruzeiro x Oeste (Foto: Gledston Tavares/Framephoto/Estadão Conteúdo

PUBLICIDADE
Delta Ativa

A campanha vexatória do Cruzeiro na Série B é algo raro entre os grandes clubes do futebol brasileiro. Sem chances de subir, a Raposa está na 14ª posição, com 44 pontos. Quase todos os times de tradição que caíram voltaram no ano seguinte, exceção feita ao Fluminense em 1998.

 

O time carioca foi rebaixado em 1997 ao terminar a Série A na 25ª posição entre 26 clubes. Em 25 jogos, o Flu fez 22 pontos, com quatro vitórias, 10 empates e 11 derrotas.

 

Na Série B, o Tricolor conseguiu fazer uma campanha desastrosa, caindo para a Terceirona. No regulamento daquela época, os seis piores eram rebaixados. Entre 24 clubes, o time do Rio ficou em 19º lugar, com 11 pontos em dez jogos (duas vitórias, cinco empates e três derrotas).

 

Em 1999, o Fluminense disputou a Série C e foi o campeão. Com a organização da Copa João Havelange em 2000, o time carioca voltou à Série A em 2001.

 

Risco de cair para a Série C

 

A três jogos do fim da Série B, o Cruzeiro ainda luta contra o rebaixamento à Série C. Matematicamente, as chances de uma nova queda são pequenas, mas existem. O Cruzeiro soma 44 pontos – cinco a mais que o Vitória, 17º colocado (primeiro time na zona de rebaixamento).

 

Caíram e subiram no ano seguinte

 

1992 – Grêmio (9º lugar)

2003 – Palmeiras (campeão) e Botafogo (2º lugar)

2005 – Grêmio (campeão)

2006 – Atlético (campeão)

2008 – Corinthians (campeão)

2009 – Vasco (campeão)

2013 – Palmeiras (campeão)

2014 – Vasco (3º lugar)

2015 – Botafogo (campeão)

2016 – Vasco (3º lugar)

2017 – Internacional (2º lugar)


POR: THIAGO MADUREIRA – SUPER ESPORTES / MSN ENTRETENIMENTO

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE