20/05/2020 15h12

Carlinhos Maia desabafa sobre cultura do cancelamento: “Ninguém é Deus para cancelar ninguém”

O humorista desabafou sobre os ataques que sofreu na internet

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Na última terça-feira (19), o humorista e digital influencer, Carlinhos Maia na entrevista para o “Luciana By Night”, da RedeTV, desabafou sobre a “cultura do cancelamento”, os ataques que tem sofrido na internet e período de quarentena.

 

De fato, a internet mudou a vida do alagoano. Em seu Instagram, com mais de 16 milhões de seguidores, ele posta diariamente sua rotina e momentos engraçados com sua família e amigos. Mas essa exposição trouxe muito problemas.

 

Cultura do cancelamento

 

Nos últimos anos, o termo “cancelar” foi muito utilizado pelas pessoas nas redes sociais. Então, quando os famosos ou pessoas públicas tem falas e atitudes consideradas ofensivas ou preconceituosas, seus seguidores usam a palavra “cancelado(a)” para demostrarem que não apoiam mais aquela personalidade.

 

Dessa maneira, em muitos momentos o humorista já foi criticado por suas falas e chegou a ser “cancelado” algumas vezes. Sobre a “cultura do cancelamento”, ele desabafou “É uma palhaçada gigantesca. Ninguém é Deus para cancelar ninguém”.

 

“Eu espero que esses canceladores um dia possam passar por um cancelamento para entender como isso é perigoso. Como você usa sensatez para atacar alguém, como usa justiça para atacar, não existe fada sensata. Existe gente que erra menos”, desabafou.

 

Casamento e filhos

 

Apesar de mais de 10 anos de união com Lucas Guimarães, o casal só trocou alianças em maio do ano passado. A cerimonia reuniu diversos famosos, como Anitta, Kevinho, Gretchen, Lívia Andrade , entre outros. Além de ter sido transmitida para 2,7 milhões de pessoas no Instagram.

 

Agora, faltando poucos dias para completar um ano de casado. Carlinhos contou sobre seus planos para o futuro, principalmente sobre ter filhos “O Lucas quer muito mais que eu. Ele é todo meigo, adora uma criança. Mas quero ter filhos sim. Quero adotar, porque tem gente demais sobrando no mundo para a gente adotar e dar amor”, contou.

 

Período de quarentena

 

Assim como muitas pessoas, o isolamento social gerou alguns questionamentos. Durante esse período, Carlinhos Maia contou que precisou inovar na hora de fazer humor “Eu precisei me reinventar. Há mais de cinco anos eu não passava tanto tempo em casa. Estava sempre fazendo shows e campanhas. Quando me vi sozinho com o Lucas, eu disse: Ferrou, agora vou ter que mostrar que dá para fazer humor dentro de casa”.

 

Por: Ana Carolina Ribeiro

PUBLICIDADE