24/09/2020 14h08

Apple cria tecnologia para iPhone tirar fotos dentro d’água

Soluções para locais com água turva e pouca luminosidade podem chegar em futuros celulares Apple

PUBLICIDADE
Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Foto: Thássius Veloso/TechTudo

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Apple abriu caminho para que os iPhones do futuro tirem fotos melhores debaixo d’água. A empresa registrou uma ideia no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos que consiste em desenvolver um sensor capaz de detectar quando está submerso em água. Ele solucionaria os empecilhos que retiram a qualidade da imagem quando estiver sob essas condições.

 

Associado a esse objetivo, existem planejamentos que buscam simplificar a interface quando os usuários estiverem debaixo d’água. O registro de patente veio nesta terça-feira (22), mas a empresa fez a solicitação em 2019. Os responsáveis pela invenção são Po-Chieh Hung, Prashanth S. Holenarsipur e Serhan O. Isikman.

 

Patente registrada pode vir a ser um iPhone com maior qualidade nas fotos tiradas debaixo d'água (Foto: Reprodução/Apple Insider)

Patente registrada pode vir a ser um iPhone com maior qualidade nas fotos tiradas debaixo d’água (Foto: Reprodução/Apple Insider)

 

Dentre as complicações das fotos debaixo d’água estão a falta de luminosidade e a visibilidade limitada em locais onde o líquido não é totalmente claro. É nesse sentido que a patente intitulada de “Dispositivos eletrônicos submersíveis com recursos de imagem” tenta fazer com que, ao perceber o ambiente aquoso, o iPhone faça automaticamente as adaptações necessárias.

 

A patente prevê um mecanismo que vai fazer a captação da quantidade de luz, feita por um sensor de luminosidade e cor do ambiente. Seria ele o responsável por perceber o quanto de claridade é absorvido pela água. Ao associar essa ferramenta de percepção de brilho a medidas pressão da água e orientação, o resultado pode indicar o nível de turbidez.

 

Depois desses cálculos iniciais, a expectativa é de que haja como controlar a iluminação da foto. Também seria possível fazer alterações para ajustar o contraste e até mesmo colorir artificialmente a água ou outros elementos para realçá-los.

 

Outra questão é a interface, que tende a ser facilitada para melhorar a experiência do usuário quando estiver debaixo d’água. Nessa situação é necessário otimizar o tempo e a resposta do aparelho, excluindo, por exemplo, as caixas de diálogo que costumam aparecer. Há indícios de que a Apple também esteja trabalhando em uma maior resistência dos telefones, o que poderia gerar na exclusão da entrada para o carregador e dar espaço para uma possibilidade de recarga por contato, por exemplo.

 

Apesar de o registro de uma patente ser um indicativo de novidades que podem surgir em aparelhos futuros, não é certeza de que a veremos num produto final. Outras fabricantes também solicitam várias patentes ao longo do ano, mas nem todas as ideias são levadas até o final.

 

FONTE: TECHTUDO / COM INFORMAÇÕES DE APPLE INSIDER

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE