21/03/2020 11h44

Após coronavírius, China começa a planejar reabertura de seus cinemas

Segundo o Deadline, o plano é reabrir os estabelecimentos aos poucos, inicialmente trazendo antigos blockbusters locais para as telas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Enquanto o mundo todo anuncia o fechamento dos cinemas por causa da crise do novo coronavírus, o mercado chinês está começando a planejar a reabertura de suas salas. Ontem, a China anunciou que conseguiu “zerar” a transmissão local da doença.

 

Segundo o Deadline, o plano é reabrir os estabelecimentos aos poucos, inicialmente trazendo antigos blockbusters locais para as telas.

 

Títulos que fizeram sucesso na China nos últimos anos, como Terra à Deriva Upa – Meu Monstro Favorito, vão voltar às salas de cinemas.

 
 

Os exibidores, neste caso, poderão ficar com 100% da receita da bilheteria, em vez de devolver parte dela aos estúdios e às distribuidoras. Também há planos para trazer grandes sucessos estrangeiros de outros anos para os cinemas, incluindo Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001).

 

O perfil da Warner no Weibo, rede social popular na China, confirmou que o primeiro capítulo da saga criada por J.K. Rowling vai voltar às telonas chinesas. “A magia está voltando!”, prometeu o estúdio ao público.

 

Filmes estrangeiros. Depois dessa primeira fase de relançamentos, a ideia é lançar os filmes estrangeiros que já passaram pelos cinemas ocidentais e estavam com estreias marcadas na China antes do agravamento da crise. Entre eles, estão títulos como 1917, Ford vs. Ferrari, Dolittle, Jojo Rabbit, Sonic: O Filme e Bad Boys 4.

 

Estreias adiadas

 

Ainda de acordo com o Deadline, só não há planos para lançar no território chinês os filmes que tiveram estreias adiadas em outros países. Nessa lista, estão produções como Mulan, Viúva Negra, Um Lugar Silencioso 2 e Espiral: O Legado de Jogos Mortais.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

PUBLICIDADE