11/07/2018 14h40 - Atualizado em 11/07/2018 14h33

Trabalhadores da Je Lu de Rio do Oeste recebem primeiro pagamento das dívidas trabalhistas

O patrimônio também será vendido para a quitação das dívidas

PUBLICIDADE
Sititev

Sititev

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Foi pago na semana passada uma parcela das dívidas trabalhistas dos ex-funcionários da Jelu Confecções, de Rio do Oeste, que fechou as portas em maio. O valor que foi dividido entre os trabalhadores, se refere a uma das parcelas pagas por uma das empresas subsidiárias. 

 

Quatro empresas subsidiárias estão no processo, três delas já chegaram a um acordo. Duas delas, pagarão cada R$ 32 mil, divididos em dez parcelas de R$ 3.200,00 a terceira pagará R$ 6.500,00. 

 

Além destes valores, o patrimônio também será vendido para a quitação das dívidas. Porém como as primeiras propostas não atingiram os 50% do valor de avaliação, uma alternativa é de que os empregados “comprem” o patrimônio através dos créditos trabalhistas, feito isso o sindicato assume a responsabilidade de vender o patrimônio, a exemplo do que já foi feito com a empresa da Tayka.

PUBLICIDADE