09/09/2018 20h30 - Atualizado em 06/09/2018 14h46

Site grátis oferece tática inusitada para trabalhar mais em menos tempo

As tentações para procrastinar são muitas, mas este serviço online e gratuito vai ajudar a focar o seu trabalho

PUBLICIDADE
Exame

Exame

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Trabalhar em casa é uma maravilha da modernidade. Sem precisar se preocupar com o trânsito e a um passo de um café fresco, o dia de trabalho começa. Mas as tentações para procrastinar estão logo ali. São as tarefas domésticas acumuladas, a família pedindo atenção, um telefonema pessoal ou uma pausa para pegar um lanche na cozinha.

 

De pequena interrupção em pequena distração, acabou o tempo de expediente e o dia não rendeu. Aos que têm problema em focar melhor suas tarefas, uma solução inusitada: deixar um estranho te observar enquanto trabalha.

 

A proposta pode começar a ser testada já com o Focusmate. No site, é possível marcar sessões gratuitas de 50 minutos com desconhecidos de todo o mundo que também querem ser mais produtivos.

 

A ferramenta é gratuita, você só precisa de cadastrar para começar a usar. Observando a agenda dentro do seu painel, você marca um horário e estabelece uma meta de trabalho com seu novo colega. Vocês não conversam ou interagem além dos momentos iniciais, mas se tornam um suporte – e cobrança – silencioso um para o outro.

 

O site foi criado pelo americano Taylor Jacobson após deixar seu emprego para se tornar freelancer e empreendedor. Ele ficou perplexo quando percebeu que seus projetos não avançavam.

 

Conversando com um amigo, ele percebeu que a procrastinação era um problema comum entre os profissionais que trabalhavam sozinhos ou em casa.

 

Então, os dois combinaram que iriam trabalhar juntos. Por chamadas de vídeo, eles compartilhavam algumas horas de trabalho e cobravam tarefas um do outro. E perceberam que nunca foram tão produtivos.

 

Impressionado com os resultados, ele contratou um designer e criou o site com o objetivo de conectar desconhecidos que queiram marcar uma sessão de produtividade.

 

Jacobson não se baseou apenas na sua experiência pessoal, mas procurou explicações na ciência para entender por que trabalhar com um colega “observando” funciona. Baseado estudos e leituras, ele traçou cinco gatilhos comportamentais envolvidos nessa prática: comprometimento, intenção de implementação, pressão social, prestação de contas e definição de metas.

 

Assim, quando uma sessão é marcada com antecedência, o usuário é incentivado a trabalhar naquela hora, pois se comprometeu antes com tarefas específicas e também com a produtividade do outro profissional. A vigilância do outro representa uma pressão adicional para não sair do foco.

 

O limite de tempo para realizar uma tarefa também traz um senso de urgência para ela, o que ajuda a cumpri-la naquele momento. E quanto não é possível terminar tudo em uma sessão, ainda é útil para medir quanto foi produzido e administrar melhor seu tempo.

PUBLICIDADE