11/02/2019 15h35 - Atualizado em 11/02/2019 15h15

Samu não consegue subir morro em SC e homem morre depois de passar mal

A condição da estrada era ruim e a equipe do Samu precisou ir a pé até o imóvel

PUBLICIDADE
Por Talita Catie - NSC

Por Talita Catie - NSC

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um homem morreu na tarde de sábado (9) após passar mal em sua própria casa. Nivaldo Francez, 53 anos, residia na Rua Laranjeira, no bairro Velha, em Blumenau. Era por volta das 12h45hmin quando o Samu foi acionado. Segundo moradores, a equipe tentou por cerca de 10 minutos subir o morro. Quando perceberam que não seria possível, os socorristas colocaram os equipamentos nas costas e foram a pé até a residência. Quando chegaram ao imóvel, o homem já estava morto.

 

O protocolo feito no dia 31 de janeiro mostra a preocupação da comunidade com a situação da estrada. Nem mesmo a equipe de reportagem da NSC conseguiu chegar à casa de carro. Sem equipamentos, foram necessários cinco minutos para chegar até onde vivia Nivaldo.

 
 

— Fica o sentimento de abandono. Espero que botem a mão no coração e ajudem o povo — diz o filho da vítima, Anderson Francez, que também reside na Rua Laranjeira.

 

O jovem estava no trabalho quando o pai começou a passar mal. Ele conta que saiu do serviço de moto e passou pela ambulância que tentava subir a rua. Foi Anderson quem tentou reanimar Nivaldo, que faleceu em decorrência de problemas cardíacos. A cunhada da vítima, Silvane Passos, se mostra indignada com o triste episódio.

 

— O sentimento é de dor, porque você sabe que se o morro tivesse em bom estado a ambulância poderia subir e salvar a vida do meu cunhado — lamenta.

 

Moradores já haviam reclamado da situação da rua para a prefeitura
Moradores já haviam reclamado da situação da rua para a prefeitura
(Foto: Guilherme Oliveira / Arquivo Pessoal)

 

O que diz o Samu:

Informamos que apesar da dificuldade no acesso à residência, o atendimento foi devidamente prestado, sendo improvável outro desfecho para o caso em questão, independentemente do tempo de acesso ao paciente. Aproveitamos para informar que são recorrentes os casos de dificuldades de acesso em todo o Vale do Itajaí devido à geografia local, porém todos os nossos equipamentos são móveis, de transporte, para que possam ser retirados da ambulância e serem deslocados manualmente pela equipe operacional.

 

O que diz a prefeitura:

Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura disse que no dia 2 de fevereiro, em virtude de chuva, houve queda de barreira na Rua Laranjeira. Os serviços para total desobstrução da via ainda não foram efetuados uma vez que há risco de grave comprometimento estrutural de uma residência. Diante dessa situação, a retirada da barreira depende de uma avaliação aprofundada e autorização pelo setor de Geologia da Prefeitura de Blumenau.

 

A nota diz ainda: “A Seurb segue mobilizando esforços e buscando todo o amparo técnico necessário para encontrar uma solução adequada e segura para normalizar a situação na Rua Laranjeira. Além disso, a prefeitura informa que existe uma emenda parlamentar, datada de 2018, que contempla diversas ruas, incluindo a Laranjeira. O projeto de pavimentação já está tramitando junto à Caixa Econômica Federal e mediante a aprovação terá o recurso liberado para execução da obra”.

PUBLICIDADE