18/05/2017 10h20 - Atualizado em 18/05/2017 09h43

Polícia Civil de SC identifica e indicia jovem de 19 anos por quatro assassinatos

Todo o material foi encaminhado ao Instituto Geral de Perícias (IGP)

PUBLICIDADE
Engeplus

Engeplus

PUBLICIDADE
Delta Ativa

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma finalizou a investigação sobre uma onda de homicídios praticados entre o fim de março e o início de maio de 2015 no bairro Renascer, em Criciúma. De acordo com o responsável pela DIC de Criciúma, André Milanese, foram assassinadas neste período quatro pessoas e uma outra vítima sobreviveu. 

 

As investigações realizadas na época com depoimentos de testemunhas protegidas e outras diligências realizadas no bairro, apontavam como principais suspeitos um jovem, de 19 anos, e um adolescente, de 17 anos. Segundo Milanese, as suspeitas se confirmaram com o envio nesta semana da comparação balística entre os projéteis retirados das vítimas. Todo o material foi encaminhado ao Instituto Geral de Perícias (IGP), que constatou que os cinco crimes foram praticados com o mesmo revólver.

 

Com as provas obtidas, a Polícia Civil indiciou o jovem, de 19 anos, por ter participado dos seguintes homicídios, todos ocorridos no bairro Renascer.

26 de março, vítima: Angélica Pereira Diecks;
28 de março, vítima: Fábio Luiz Cândido;
4 de abril, vítima: Valdenir Vicente;
21 de abril, vítima: Tiago Francisconi Meller (tentativa de homicídio);
1º de maio, vítima: Robson Pereira.

 

O jovem, de 19 anos, se encontra recluso no Presídio Santa Augusta desde o dia 10 de setembro por ter se envolvido em outra tentativa de homicídio no bairro Renascer e por ter sido condenado a 13 anos de reclusão por tráfico de drogas. Já o adolescente Adriel Medeiros Garcia foi executado com disparos de arma de fogo também no bairro Renascer no dia 3 de abril de 2016.

PUBLICIDADE