30/11/2019 11h00 - Atualizado em 30/11/2019 10h59

Padrasto e enteada de 12 anos são encontrados mortos em SC

Polícia acredita que homem, de 43 anos, matou menina e depois tirou a própria vida

PUBLICIDADE
G1 SC

G1 SC

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um homem de 43 anos e a enteada dele, de 12, foram encontrados mortos em Joinville, no Norte catarinense, na madrugada desta sexta-feira (29). A Polícia Civil acredita que o padrasto tenha matado a menina com um tiro e depois tirado a própria vida.

 

O crime aconteceu por volta da 1h em uma casa do Bairro Jardim Iririú. No local, foram encontrados os corpos de João Fábio Salles Borba e da enteada dele, Maria Clara Bordin Guilherme.

 

A linha de investigação da Polícia Civil é homicídio seguido de suicídio. O delegado Dirceu Silveira Júnior disse que a hipótese é de que o padrasto tenha atirado na cabeça da menina com um revólver e depois tirado a própria vida.

 

A mãe da adolescente e João tiveram um relacionamento de três anos. “Esse indivíduo, em razão de uma separação recente, questão de meses, pelo inconformismo; a princípio, essa seria a versão inicial: tirou a vida de uma criança e na sequência se suicidou”, afirmou o delegado.

 

A polícia aguarda os laudos feitos pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). Nos próximos dias, testemunhas devem ser ouvidas, inclusive a mãe da menina.

PUBLICIDADE