01/12/2018 16h00 - Atualizado em 30/11/2018 11h19

Não cabe ao réu escolher em qual presídio pretende cumprir sentença condenatória

O empresário é natural de Blumenau, onde tem família e mantem empresa

PUBLICIDADE
TJ/SC

TJ/SC

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O juiz João Marcos Buch, titular da 3ª Vara Criminal e Execuções Penais da comarca de Joinville, determinou esta semana que um empresário condenado pela Justiça Federal de Blumenau voltasse para cumprir a pena em sua cidade de origem.  O empresário é natural de Blumenau, onde tem família e mantem empresa.

 

O crime a que foi condenado também foi cometido lá.  Após sua prisão, contudo, o empresário foi num primeiro momento levado ao Presídio Regional de Joinville. O juizo federal de Blumenau, ao tomar conhecimento do fato, mandou  o processo de execução da pena para Joinville.

 

Logo em seguida, os advogados de defesa solicitaram ao juiz Buch a prisão domiciliar ao réu, a partir do uso de tornozeleira eletrônica e autorização para sair da prisão e ir trabalhar em Blumenau, cerca de 100 quilômetros distante de Joinville. 

 

O juiz Buch, em decisão nesta semana, enviou o processo de execução para Blumenau e ordenou a condução do apenado para o Complexo Prisional daquela cidade. Observou que cabe à Justiça de Blumenau executar a pena e apreciar os pedidos dos advogados.

PUBLICIDADE