21/04/2018 15h00 - Atualizado em 20/04/2018 08h45

Marcada para agosto a cerimônia de criação da seccional da Academia de Letras do Brasil de Mirim Doce

Escritores, poetas, pintores e músicos estão entre os que podem participar

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Delta Ativa

A Secretaria de Educação de Mirim Doce recebeu nesta quinta-feira, dia 19, a visita da escritora Apolônia Gastaldi, presidente do Conselho Estadual da Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina (ALBSC ), e de Manuel José, secretário Geral da Academia de Letras do Brasil de Santa Catarina.

 

Eles parabenizaram a iniciativa do município promover a Feiro do Livro, envolvendo estudantes e comunidade em atividades de estímulo à leitura, e aproveitaram para falar sobre a criação da seccional da Academia em Mirim Doce. “Somos uma organização de apoio, incentivo e estimulação à literatura lida e escrita”, ressalta Manuel.

 

Entre os assuntos discutidos, destaque para a relação de quem pode ser membro da ALBSC: escritores, poetas, secretários do município, professores de língua portuguesa, jornalistas, pintores, músicos ou profissionais similares. “Atualmente, somos o maior movimento literário do estado, com 96 seccionais e 900 membros adultos e 180 mirins”, observa Apolônia.

 

No Alto Vale, são 21 cidades onde a entidade está representada, entre elas Pouso Redondo, Taió e Salete. “Ficou definido na reunião que a cerimônia de criação da seccional da Academia de Letras do Brasil de Mirim Doce vai ocorrer no dia 4 de agosto”, explica a secretária Elaine Borghesan.

PUBLICIDADE