21/09/2019 10h21

Igreja preta chama atenção em comunidade rural de Agrolândia

A Igreja Preta foi construída no ano de 1933 em madeira e telhas germânicas planas

PUBLICIDADE
Informações: SC Rural

Informações: SC Rural

PUBLICIDADE
Delta Ativa

A criação da região turística Caminhos do Alto Vale, desmembrou 22 municípios, que antes faziam parte da região turística do Vale Europeu.

 

São eles: Agrolândia, Agronômica, Atalanta, Aurora, Braço do Trombudo, Chapadão do Lageado, Dona Emma, Ibirama, José Boiteux, Laurentino, Lontras, Mirim Doce, Presidente Getúlio, Presidente Nereu, Rio do Oeste, Rio do Sul, Salete, Santa Terezinha, Taió, Trombudo Central, Vidal Ramos e Vitor Meireles.

 

agrolandiaigreja3

 

Conta a história que havia a necessidade de construir uma igreja evangélica na comunidade. Moradores se reuniram e conseguiram a doação de um terreno do Sr. Weidlich Siegel e a madeira e o corte pelas serrarias Siegel e Grimm.

 

A Igreja Preta foi construída no ano de 1933 em madeira e telhas germânicas planas e pintadas com um produto chamado Carborineu, também utilizado para cascos de barcos e navios.

 

Em 2014 passou por sua primeira reforma, tendo sua cobertura alterada para uma telha mais ecológica e a pintura da madeira por tinta preta. O modelo arquitetônico da igreja foi baseado num modelo da terra natal do Sr. Otto Grimm (in memorian) na Alemanhã, sendo que a parede da igreja é de madeira dupla, na parte interna um tipo de madeira e na parte externa outro tipo de madeira.

 

Segundo a IECLB (Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil) essa é a única igreja preta da congregação no Brasil. Anualmente, a comunidade evangélica da Igreja Preta promove no mês de agosto a tradicional Festa da Colheita, com venda de cucas e bolos, torneios de bingo, rifas e a missa dominical e em seguida um saboroso almoço típico da culinária alemã para o público em geral.

 

agrolandiaigreja7casa

 

Além da igreja, casas na cor preta! Na reportagem, do programa Vale Agrícola, você vai conhecer estas construções históricas e curiosas que atraem os olhares de quem visita Agrolândia (SC). Aos 87 anos, quem vai contar a história é a dona Hidegard Stoer Grimm, proprietária de uma delas. Fonte: Vale Agrícola – Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=LByfO1b4qDU

 

Mais informações: www.agrolandia.sc.gov.br

PUBLICIDADE