12/08/2017 13h00 - Atualizado em 11/08/2017 13h32

Bolsonaro anuncia pré-candidatura à Presidência de 2018

Deputado aparece em segundo lugar em pesquisas

PUBLICIDADE
Exame

Exame

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O deputado de direita Jair Bolsonaro (PP/RJ), identificado por muitos como um justiceiro que pretende acabar com a violência e a corrupção, definiu-se como o “patriota” de que o Brasil precisa, ao declarar à AFPTV que é pré-candidato à presidência em 2018.

 

“O Brasil poderia ter um código penal que protegesse o cidadão de bem, fizesse valer (…) a legítima defesa e desse uma retaguarda jurídica para o policial poder desempenhar bem seu trabalho”, disse em coletiva de imprensa nesta quinta-feira no Rio de Janeiro.

 

Este ex-capitão do Exército de 62 anos aparece em segundo lugar em várias pesquisas de intenção de voto para as eleições de outubro de 2018, cujas candidaturas só poderão ser definidas entre julho e agosto do ano que vem.

 

Com um leque de propostas que inclui o direito ao porte de armas, ele abre caminho em meio a um eleitorado cansado de escândalos envolvendo políticos e da violência. Nas pesquisas, ele só é superado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e está praticamente empatado com a líder ambientalista Marina Silva (Rede).

 

“Vivemos no país da corrupção (…) Está em jogo o futuro do Brasil”, enfatizou.

 

Ao se projetar na Presidência, Bolsonaro se imagina “um presidente honesto, patriota, que pensa em verde e amarelo e que tem Jesus no coração”.

 

Embora na coletiva tenha evitado declarar oficialmente a intenção de lançar sua candidatura, à espera de um acordo com o Partido Patriotras, antes conhecido como Partido Ecológico Nacional (PEN), não deixou dúvidas em declarações posteriores à AFPTV.

 

“Sou pré-candidato às eleições presidenciais do ano que vem e estamos costurando aí a melhor maneira para enfrentar esse pleito”, afirmou.

PUBLICIDADE