13/11/2019 14h53

Zico evita comparações entre o Flamengo de 1981 e o atual: “Ambos são espetaculares”

Maior ídolo da história do clube acha que Jorge Jesus entendeu o que é o Flamengo

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Zico está passando uns dias no Rio de Janeiro. Ele retorna na próxima terça-feira ao Japão e, quando está por lá, tem acordado nas madrugadas para ver o Flamengo jogar. O maior ídolo rubro-negro conversou com o GloboEsporte.com e tem evitado comparações do time atual com o de 1981.

 

– Não comparo as épocas. Nosso time era espetacular e esse atual também é espetacular. Tem dado gosto. É um futebol ofensivo, alegre, que a torcida gosta. O Jorge Jesus entendeu o que é o Flamengo e está praticando isso – disse o Galinho, que é coordenador técnico do Kashima Antlers.

O Flamengo de Zico foi campeão da Libertadores em 1981. O atual time disputa a decisão do torneio continental no dia 23, contra o River Plate, em Lima, no Peru.

 

 
 

Confira a entrevista com Zico:

Como você está vendo o momento atual do Flamengo?

Fico muito feliz. Acordo com prazer no Japão para ver os jogos do Flamengo. Time ofensivo, alegre, compacto e que tem deixado o torcedor muito feliz. Estão todos de parabéns.

 

Você credita ao trabalho do Jorge Jesus esse momento do Flamengo?

Ele entendeu o que é o Flamengo e como o clube joga. Alegre, para cima. Fez um gol, vai atrás do segundo…faz o segundo tenta o terceiro, o quarto. Agora sem material humano, não conseguiria. O trabalho do treinador, considero que seja 25%. Ele é um grande gestor de grupo, de seres humanos. E os jogadores correm por ele em campo.

 

E o seu recorde de gols (21) ter sido igualado pelo Gabriel ?

Nem sabia. Não colocava como meta ser o artilheiro. Queria ser campeão. Se fiz 21, devo ter dado uns 50 aos meus companheiros (risos). E esse time faz isso também. É solidário. Os recordes foram feitos para serem quebrados, mas nunca me liguei em marcas pessoais.

 

Quando o Flamengo será Campeão Brasileiro?

Não tem que ter pressa para ser campeão. O negócio é ser campeão. Se for dia 8 de dezembro, está ótimo. E o time está com esse discurso, concentrado, buscando vencer os adversários e o título virá naturalmente.

 

O time atual pode ser campeão Brasileiro, da Libertadores e Mundial e as comparações são inevitáveis com o time de 1981. Qual sua opinião?

Não existe comparação entre os dois times. São épocas diferentes. O futebol mudou. O nosso time era espetacular e este time atual também é. Sem comparações entre jogadores. Torço para que esse time também entre para a história com conquistas.

PUBLICIDADE