05/07/2019 07h00 - Atualizado em 05/07/2019 08h27

Walter tem suspensão por doping ampliada e terá de ficar mais um ano fora dos gramados

Ele terá de recorrer no Tribunal Arbitral do Esporte, na Suíça

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Péssima notícia para Walter e para o Goiás. O atacante, que ficaria livre da suspensão por doping a partir desta sexta-feira, teve a pena ampliada em mais um ano em julgamento realizado em Brasília e não poderá sequer treinar no clube esmeraldino enquanto a suspensão estiver em vigor.

 

Walter foi flagrado em exame antidoping realizado no ano passado, quando defendia o CSA. O jogador fez uso de “sibutramina”, substância utilizada no tratamento para perder peso. A suspensão terminaria exatamente nesta quinta, o dia 4 de julho de 2019.

 

Porém, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem (TJDA) recorreu pedindo a ampliação da pena e foi atendida no julgamento desta quinta.

 

A defesa do processo foi conduzida por Walter e por sua advogada particular, não ligada ao Goiás, já que o caso ocorreu antes de ele ser contratado pelo time goiano.

 

A reestreia do atacantecom a camisa esmeraldina seria no próximo sábado, em amistoso diante do Racing-URU, na Serrinha. Apesar de ser um amistoso, o jogo tem caráter oficial. Por isso, Walter não poderá estar em campo nem contra o Racing-URU e nem no Campeonato Brasileiro.

 

A defesa do jogador promete recorrer da decisão no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), na Suíça.

PUBLICIDADE