15/05/2018 14h25 - Atualizado em 15/05/2018 14h28

Veja como ausência na lista da Copa pode mudar futuro de Rodrigo Caio no São Paulo

Zagueiro recusou proposta de time espanhol por sonho de convocação; contrato vai até 2021

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

A ausência de Rodrigo Caio na lista de convocados da seleção brasileira para Copa do Mundo pode mudar o rumo da carreira do zagueiro do São Paulo.

 

Depois de renovar contrato com o Tricolor até 2021 e recusar propostas de clubes da Europa na intenção de ficar mais visível para Tite, o jogador agora deve repensar sua estratégia na próxima janela de transferências.

 

Recentemente, Rodrigo Caio disse que estava chegando a hora de sair do São Paulo, clube no qual se formou e está em sua oitava temporada seguida no time profissional. O próprio Tricolor, por outro lado, pretende vender jogadores para equilibrar as contas, e Rodrigo é um candidato.

 

Enquanto esteve com chances de ir à Copa do Mundo, Rodrigo Caio sempre pesou o fato de ser titular no São Paulo contra a busca por posição do zero em um novo clube. Agora, fora da lista, ele pode deixar de recusar propostas como a da Real Sociedad, por exemplo, último interessado.

 

 
 

Rodrigo Caio durante atividade na academia do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)Rodrigo Caio durante atividade na academia do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Rodrigo Caio durante atividade na academia do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

 

O clube espanhol sinalizou no começo desta temporada que pagaria ao São Paulo a multa de 18 milhões de euros para levar o zagueiro. Mas Rodrigo Caio não aceitou sair pelo sonho da Copa.

 

Essa não foi a primeira vez que Rodrigo Caio teve a oportunidade de deixar o Tricolor. Em 2015, o Valencia chegou a contratá-lo, mas desistiu do negócio. No mesmo ano, ele fez exames médicos no Atlético de Madri, mas a negociação não deu certo.

 

Em 2017, os russos do Zenit demonstraram interesse e sinalizaram pagar a multa rescisória do atleta. Inicialmente, inclusive, ele quase ficou fora de um clássico com o Santos, adversário deste domingo, mas o dinheiro não foi depositado e o jogador atuou. Em seguida a multa não foi paga e a própria chance de jogar a Copa do Mundo pesou.

 

As principais ligas da Europa abrem as janelas de transferência em junho e julho, justamente o período de disputa da Copa do Mundo.

 

Convocado seis vezes por Tite, o são-paulino fez três jogos pela Seleção recentemente, mas perdeu espaço para Pedro Geromel, do Grêmio, que estará na Rússia e se juntará a Marquinhos, Miranda e Thiago Silva no setor defensivo. Rodrigo Caio esteve ainda nos últimos amistosos antes da lista final, contra Alemanha e Rússia, mas não teve a oportunidade de entrar em campo.

 

Até a Copa, Rodrigo Caio vai se concentrar nos jogos do Campeonato Brasileiro. No momento, o zagueiro aprimora a forma física depois de se recuperar de uma entorse no pé esquerdo, sofrida no jogo contra o Ceará. O atleta ainda é dúvida para o duelo de domingo, contra o Santos, no Morumbi, pela sexta rodada da competição nacional.

 

Depois da Copa, além do Brasileirão, o São Paulo retomará a disputa da Copa Sul-Americana – está classificado para a segunda fase. Com ou sem Rodrigo Caio?

PUBLICIDADE