25/10/2019 11h11 - Atualizado em 25/10/2019 11h13

Vasco enxerga dificuldades para manter atacante Rossi na temporada que vem

Ele está emprestado pelo Shenzhen, da China

PUBLICIDADE
Extra

Extra

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um dos jogadores mais importantes do Vasco em 2019, o atacante Rossi tem o futuro em pauta em São Januário. Seu contrato vai até dezembro e internamente o clube enxerga dificuldades para mantê-lo por mais tempo.

 

Ele está emprestado pelo Shenzhen, da China, e o Cruz-maltino vislumbra apenas a possibilidade de um novo empréstimo para seguir com o jogador. Como seu contrato com os chineses vai até dezembro de 2020, a possibilidade deles aceitarem novamente repassar o jogador é pequena.

 

Por sua vez, em meio à política de austeridade financeira adotada, o Vasco não cogita fazer loucuras para contratá-lo definitivamente.

 

Ainda não há conversas com o jogador ou seu representante e o clube entende que dependerá muito da vontade de Rossi e da conversa que ele tiver com os chineses para que possa permanecer.

 

Desfalques contra o Ceará

Dos titulares do técnico Vanderlei Luxemburgo, é, ao lado de Henríquez e Richard, quem tem contrato até dezembro. Ele soma 33 partidas e três gols em 2019. No Brasileirão, jogou 21 vezes, marcou um gol e deu três assistências.

 

Para a partida de sábado, contra o Ceará, no Castelão, está mais do que confirmado no ataque e deve formar trio com Lucas Ribamar e Marrony. Ele é um dos pilares do esquema montado por Vanderlei Luxemburgo, de transição rápida da defesa para o ataque.

 

Enquanto que Rossi joga, Henríquez e Werley, seu substituto imediato, estão fora da partida em Fortaleza por razões médicas. Miranda ou Ricardo formará dupla de zaga com Leandro Castan.

PUBLICIDADE