15/07/2019 13h30 - Atualizado em 15/07/2019 09h51

Tévez desabafa sobre a situação do Boca Juniors: ‘Nenhum jogador quer vir pra cá’

"Hoje, colocar a camisa do Boca é uma prova de fogo"

PUBLICIDADE
Extra

Extra

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Boca Juniors não vive uma fase boa no futebol, tanto dentro de campo quanto fora dele. A prova disso é que o próprio elenco já perdeu a confiança. A começar pelo atacante Carlos Tévez, principal estrela do time argentino.

 

Em entrevista à rádio “Rivadavia”, da Argentina, o camisa 32 desabafou e criticou a situação da equipe atualmente. Ele lembrou que a derrota para o rival River Plate na final da Copa Libertadores de 2018 ainda está entalada.

 

“É muito difícil perder uma final e querer tentá-la novamente. O mais fácil é amedrontar-se. A diretoria do Boca não tem c…, os jornalistas não tem c… Quantos técnicos buscamos para vir, depois da saída do Schelotto? Quatro? Cinco? Quantos técnicos o presidente buscou?”, disse o jogador.

 

A situação é tão caótica que o Boca Junior não consegue nem contratar novos atletas para o elenco. Tévez ressaltou que as dificuldades surgiram por que ninguém quer jogar no clube.

 

“Estamos buscando jogadores agora. Antes, morreriam por jogar no Boca. Antes era um chamado, torciam para que o convidassem para estar no Boca. Hoje, nenhum jogador quer vir pra cá. Fogem de estar aqui. Isso tudo é pela pressão. Porque, hoje, colocar a camisa do Boca é uma prova de fogo”, disse.

 

O Boca Juniors ainda está na Copa Libertadores e enfrenta o Athletico Paranaense pelas oitavas de final. O primeiro duelo será no dia 24 de julho, na Arena da Baixada. A partida de volta será na Bombonera, no dia 31.

PUBLICIDADE