01/07/2019 08h26

Sem gols contra campeãs, Firmino tenta importar encanto do Liverpool para a Seleção

Ele tem 11 gols em 36 jogos pelo Brasil

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Roberto Firmino garantiu a condição de centroavante titular da seleção brasileira pela notória inteligência de seu jogo, pela performance de alto nível em temporadas consecutivas no Liverpool, pelo entrosamento com Salah e Mané, com quem parece jogar por música em seu clube, pela capacidade técnica, etc, etc. Mas, definitivamente, ainda não foi pelos gols marcados com a camisa amarela.

 

Foram 11 em 36 jogos, e nenhum deles em cima de uma seleção campeã mundial. É verdade que Firmino só disputou seis partidas contra esse seleto grupo, e três iniciando do banco de reservas: França (2015), Argentina (2016), Uruguai e Inglaterra (2017), Argentina e Uruguai (2018). A semifinal desta terça-feira, sua terceira vez diante dos argentinos, é a chance de marcar seu gol mais importante pelo Brasil.

 

A estreia de Firmino na Seleção se deu em 2014, pelas mãos de Dunga, incumbido de promover uma grande reformulação depois do fracasso na Copa. Ainda no Hoffenheim, o atacante marcou logo no seu segundo jogo, a vitória por 2 a 1 em amistoso diante da Áustria, e acabou se firmando até nova eliminação, na Copa América de 2015.

 

 

Ele, que era nome certo nas listas de Dunga, nunca mais apareceu a partir do início das eliminatórias. Só voltou à Seleção com Tite, em outubro de 2016, e marcando logo em seu primeiro jogo. Entrou no segundo tempo e fechou a goleada de 5 a 0 sobre a Bolívia.

 

O único gol de Firmino contra uma equipe entre as 10 melhores colocadas no ranking da Fifa foi sobre a Croácia, quinta na lista, no finzinho do amistoso antes da Copa do Mundo que teria a seleção europeia como vice-campeã.

 

Firmino acabou se firmando como reserva de Gabriel Jesus e há quase três anos os dois dividem a função na Seleção. O mau desempenho de Jesus na Copa e as ótimas temporadas de Firmino no Liverpool, essa última coroada com o título da Champions League, o alçaram à condição de titular. Seu companheiro e concorrente ganhou espaço do lado direito. Contra a Argentina, novamente, ambos jogarão lado a lado.

 

 

A Copa América de Firmino é irregular até aqui. Ele foi um dos últimos a se apresentar, em razão de o Liverpool ter disputado a final europeia. Chegou ainda sem estar totalmente reabilitado, sobretudo fisicamente, de uma lesão sofrida na reta final da temporada.

 

No empate sem gols com a Venezuela, ele disputou um jogo inteiro pela primeira vez em quase dois meses. Depois, marcou contra o Peru e Tite avisou:

 

– Ele ainda pode dar mais.

 

Não foi contra o Paraguai, quando o técnico culpou o gramado pelas atuações instáveis de jogadores da faixa central do campo. Além de Firmino, Coutinho e Arthur. No Mineirão, em seu maior jogo pela Seleção, a semifinal da Copa América, o atacante do Liverpool terá nova chance de, enfim, importar de Liverpool boa dose do encantamento pelo seu futebol.

 

Todos os gols de Firmino pela seleção brasileira:

  1. 18/11/2014: Áustria 1×2 Brasil (amistoso)
  2. 29/3/2015: Brasil 1×0 Chile (amistoso)
  3. 10/6/2015: Brasil 1×0 Honduras (amistoso)
  4. 21/6/2015: Brasil 2×1 Venezuela (Copa América)
  5. 6/10/2016: Brasil 5×0 Bolívia (Eliminatórias)
  6. 3/6/2018: Brasil 2×0 Croácia (amistoso)
  7. 2/7/2018: Brasil 2×0 México (Copa do Mundo)
  8. 7/9/2018: EUA 0x2 Brasil (amistoso)
  9. 26/3/2019: República Tcheca 1×3 Brasil (amistoso)
  10. 5/6/2019: Brasil 7×0 Honduras (amistoso)
  11. 22/6/2019: Brasil 5×0 Peru (Copa América)
PUBLICIDADE