27/01/2017 08h27 - Atualizado em 27/01/2017 08h28

Reserva, emprestado e sem estrear: Corinthians sofre com reforços de 2016

André deixou o Corinthians após a disputa de apenas 29 partidas

PUBLICIDADE
Uol

Uol

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Corinthians já contratou sete jogadores para a temporada 2017 e viu alguns nomes anunciados serem contestados por parte da torcida. A partir do próximo dia 4, na estreia do Paulista, as escolhas da diretoria serão colocadas à prova. Além disso, os atletas buscarão mais espaço do que os reforços corintianos da temporada 2016.

 

O clube alvinegro fez 14 contratações para a disputa dos torneios do ano passado. O desempenho dos atletas, decerto, ficou abaixo do esperado. Da lista de reforços de 2016, cinco já nem fazem parte do elenco atual.
 
 
São eles: Gustavo, Douglas, Alan Mineiro, Lucca e André. Com exceção do centroavante, que teve 50% dos seus direitos econômicos vendidos ao Sporting-POR, todos estão emprestados – para Bahia, Avaí, Ferroviária e Ponte Preta, respectivamente. Já o volante Jean também tem chances de ser repassado a outro clube.
 
 
Lucca, por sua vez, chegou ao clube em 2015, mas só teve seus direitos econômicos adquiridos após o fim do Paulistão da temporada seguinte. Depois de brilhar na campanha vitoriosa no Brasileirão e ser titular nos primeiros meses de 2016, o atleta caiu de produção e perdeu espaço.
 
 
Atualmente, apenas três contratações corintianas de 2016 têm chances no time titular: o zagueiro Balbuena, o volante Camacho e o meia Marlone. O trio foi escalado entre os 11 jogadores que começaram as partidas contra Vasco e São Paulo, pela Florida Cup.
 

Chances no time

Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Alan Mineiro foi emprestados duas vezes

 
 
Três jogadores chegaram ao Corinthians como possíveis substitutos dos jogadores campeões do Campeonato Brasileiro, como Renato Augusto, Jadson e Elias. Mas, depois de um começo promissor, Giovanni Augusto, Guilherme e Marquinhos Gabriel viram as oportunidades diminuírem.
 
 
Todos eles entraram em campo mais de 40 vezes na temporada. Agora, com Fábio Carille no comando da equipe alvinegra, os três atletas começam 2017 como opção do banco de reservas. 
 
 
Contratado depois da saída de Gil, Vilson disputou 19 partidas, com mais chances no segundo semestre, sob o comando de Oswaldo de Oliveira. Com Carille, Pedro Henrique e Balbuena foram escalados como titulares. 
 
 
O atacante Bruno Paulo, destaque do Audax na campanha do vice-campeonato estadual, busca, depois de oito meses, estrear com a camisa do Corinthians. Desde que chegou ao clube alvinegro, o atleta passou por duas cirurgias: uma no pé direito e outra na região lombar.
 
 
Para 2017, a diretoria do Corinthians contratou os volantes Gabriel, Paulo Roberto e Fellipe Bastos, os atacantes Luidy, Kazim e Jô, além do zagueiro Pablo. O clube ainda tenta trazer o meia Jadson, que deixou o futebol chinês, e a estrela Didier Drogba. William Pottker chegará ao time alvinegro após o Paulistão.
 

Desempenho dos reforços do Corinthians em 2016

Alan Mineiro (volante)
11 jogos, dois gols
 
 
André (atacante)
29 jogos, seis gols
 
 
Balbuena (zagueiro)
43 jogos, dois gols
 
 
Bruno Paulo (atacante)
nenhum jogo
 
 
Camacho (volante)
23 jogos, dois gols
 
 
Douglas (goleiro)
nenhum jogo
 
 
Giovanni Augusto (meia)
55 jogos, seis gols
 
 
Guilherme (meia)
45 jogos, oito gols
 
 
Gustavo (atacante)
nove jogos, nenhum gol
 
 
Jean (volante)
dois jogos, nenhum gol
 
 
Lucca (atacante)
46 jogos, nove gols
 
 
Marlone (meia)
37 jogos, nove gols
 
 
Marquinhos Gabriel (meia)
41 jogos, sete gols
 
 
Vilson (zagueiro)
21 jogos, um gol
PUBLICIDADE