31/07/2019 16h35 - Atualizado em 31/07/2019 14h18

Renault se diz preocupada com “autossabotagem” de Hulk e já considera outras opções para 2020

Alemão esteve perto de conquistar primeiro pódio na carreira, mas bateu sozinho e abandonou

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

A vida de Nico Hulkenberg na Renault não está nada fácil. Além de ter visto Daniel Ricciardo chegar ao time comprado a peso de ouro, o alemão está atrás do recém-chegado na tabela de pontos. Para piorar, Hulk desperdiçou a oportunidade de um primeiro pódio ao errar sozinho, bater a abandonar o GP da Alemanha. A futuro de Nico na equipe, que já era incerto, parece ter ficado ainda mais obscuro.

 

– Vamos ser honestos, este incidente aconteceu em um período de discussões importantes. Nós estamos considerando outras opções para a próxima temporada. E ele sabe disso. É parte do jogo. É um problema sentimental, porque Nico está conosco pelos últimos três anos – afirmou o chefe do time, Cyril Abiteboul, ao jornal francês “AUTOhebdo.fr”.

 

 

A preocupação de Abiteboul é que Hulkenberg possa estar se sabotando em todas as oportunidades que tem de conquistar um bom resultado.

 

– Temos a impressão de que quando ele está perto de um bom resultado, seja um sexto lugar ou outra coisa, o resultado escapa porque ele se autossabota. Ele parece não querer trabalhar de maneira psicanalítica sobre esse aspecto. Já conversamos sobre isso porque nos preocupa. Mas a única coisa certa é que com tantos acontecimentos na corrida, não podemos colocar a culpa inteira nele – explica.

 

Hulkenberg era o quarto colocado na corrida, atrás de Verstappen, Hamilton e Bottas, quando errou sozinho e abandonou a corrida. Em seguida, a dupla da Mercedes viria a se meter em confusões, com Hamilton terminando em 11º e, Bottas, também batendo sozinho e abandonando.

PUBLICIDADE