11/06/2019 16h35 - Atualizado em 11/06/2019 14h37

Olho neles! Marinho e Everaldo podem estrear em clássicos paulistas em Santos x Corinthians

Atacante do Peixe tem chances de ser titular nesta quarta

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Recém-chegados a Santos e Corinthians, Marinho e Everaldo despertam a atenção e empolgam suas respectivas torcidas. Ambos podem desequilibrar o clássico desta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

 

jogo terá transmissão ao vivo na TV Globo para os estados de SP, SC, PR, CE, PA, GO, TO, MS e MT com narração de Milton Leite e comentários de Casagrande. O Premiere transmite para todo o Brasilcom narração de Jota Jr e comentários de Wagner Vilaron. O GloboEsporte.com acompanha em tempo real, com vídeos, e faz uma “live” depois do jogo, com análise dos melhores momentos e entrevistas dos treinadores dos dois times.

 

Enquanto a torcida do Corinthians quer ver Everaldo por mais tempo em campo, depois de esperar o atacante se desvincular do Fluminense, a torcida santista já trata Marinho como uma espécie de xodó. Em três jogos, ele deu bom cartão de visitas aos santistas. Se entrarem em campo, será o primeiro clássico paulista dos dois.

 

 
 

Marinho na chegada ao Santos — Foto: Ivan Storti / Santos FCMarinho na chegada ao Santos — Foto: Ivan Storti / Santos FC

Marinho na chegada ao Santos — Foto: Ivan Storti / Santos FC

 

Aos 29 anos, Marinho desembarcou no Peixe há pouco mais de suas semanas. Contra o Atlético-MG, no último domingo, chegou a sair de campo ovacionado, algo incomum para um atleta recém-chegado como ele, que fazia até então sua estreia no estádio centenário.

 

 

Everaldo, por sua vez, ainda não pôde sentir o carinho da Fiel torcida. O atacante de 25 anos jogou por alguns minutos contra o Cruzeiro, no Mineirão, no último sábado. Nos pouco mais de 20 minutos em campo, demonstrou habilidade e velocidade.

 

 
 

Everaldo em treino do Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr / Ag CorinthiansEveraldo em treino do Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr / Ag Corinthians

Everaldo em treino do Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr / Ag Corinthians

 

Marinho: dancinhas e substituto imediado de Rodrygo

Das três partidas já disputadas com a camisa do Santos, Marinho foi titular em duas delas. A tendência é que seja mantido no time pelo técnico Jorge Sampaoli no clássico. O camisa 31 é visto como um substituto imediato de Rodrygo, impedido de atuar por conta de um imbróglio entre Santos e CBF e a caminho do Real Madrid.

 

Outro fator que joga a favor para a permanência do reforço na equipe é a convocação de Derlis González para a seleção paraguaia para a disputa da Copa América.

 

Além da boa participação em campo até aqui, Marinho também agregou na “resenha” no vestiário do Santos. Brincalhão e bem-humorado, o atacante se entrosou rapidamente com os novos companheiros e já foi flagrado fazendo dancinhas nos bastidores.

 

Um dos motivos para a rápida adaptação de Marinho ao Santos é o conhecimento da casa. O atleta jogou na base do Peixe, em meados de 2007, e morou nos alojamentos da Vila Belmiro. Nos três jogos que disputou pelo Santos, Marinho deu uma assistência e ainda não marcou gols, mas mostrou que não tem vergonha de finalizar.

 
 

Marinho na partida contra o Atlético-MG — Foto: Ivan Storti | Santos FCMarinho na partida contra o Atlético-MG — Foto: Ivan Storti | Santos FC

Marinho na partida contra o Atlético-MG — Foto: Ivan Storti | Santos FC

 

O reforço parte para cima da marcação e, se tiver uma brecha, nem pensa duas vezes antes de chutar a gol – contra o Galo, inclusive, parou no travessão. Envolvido em uma troca com o zagueiro David Braz, que acertou com o Grêmio, Marinho foi comprado pelo Santos e assinou contrato até o fim de 2022.

 

 

Everaldo: briga com Clayson e torcida por mais tempo

Enquanto Marinho já começa a se firmar no time do Santos, Everaldo ainda dá seus primeiros passos no Corinthians. Contra o Cruzeiro, atuou pouco mais de 20 minutos e, mesmo veloz e habilidoso, ainda não está tão à vontade na equipe. O atacante chegou a ajudar na marcação e se mostrou bastante voluntarioso.

 

– Foi pouco tempo, mas jogo a jogo a gente vai conhecendo melhor os companheiros. Fizemos boa partida, conseguimos suportar bem a pressão do Cruzeiro, acho que foi um bom jogo na minha avaliação. Faltou acertar o passe final para concluir a gol e sair com a vitória – disse Everaldo.

 

Everaldo em ação contra o Cruzeiro — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians Everaldo em ação contra o Cruzeiro — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Everaldo em ação contra o Cruzeiro — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

 

A situação de Everaldo influencia diretamente na de Clayson. O titular do Corinthians, está acostumado a atuar mais pela ponta esquerda, função preferida do recém-chegado. Fato que gera certo impasse na cabeça do técnico Fábio Carille.

 

Por mais de uma vez, o treinador citou a intenção de deslocar Clayson para uma função mais centralizada, deixando Everaldo à vontade para atuar pelas beiradas. A possibilidade deve ser treinada durante a pausa para a Copa América. É improvável que o recém-chegado comece como titular no clássico.

 

– Preciso de um jogador de profundidade que quebre marcação, estou tirando mais do Mateus (Vital), do Pedrinho. O Everaldo é isso, uma opção que tenha mais profundidade. Com isso eu passo a sonhar com várias coisas, como o Clayson por dentro, como ele jogou na Ponte Preta, com o Everaldo aberto – chegou a dizer o comandante antes mesmo de Everaldo ser apresentado.

 
 

Everaldo em treino no CT do Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians Everaldo em treino no CT do Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Everaldo em treino no CT do Corinthians — Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

PUBLICIDADE