11/10/2017 16h40 - Atualizado em 11/10/2017 13h49

A nove dias da penúltima lista, Tite não projeta novidades e mira fortalecimento

É improvável que ele chame alguém que ainda não foi convocado

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O tempo é cada vez mais curto. Terminada as eliminatórias sul-americanas, a Seleção tem ainda duas convocações – ou quatro jogos – antes do anúncio da lista final de 23 nomes para a Copa do Mundo. A próxima já será daqui a nove dias, em 20 de outubro, para os amistosos contra Japão e Inglaterra. É improvável que o técnico Tite chame algum jogador que ainda não foi convocado por ele.

 

 
 

Faltam apenas mais duas convocações antes de Tite anunciar a lista final (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)Faltam apenas mais duas convocações antes de Tite anunciar a lista final (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Faltam apenas mais duas convocações antes de Tite anunciar a lista final (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

 

Na lista para os jogos contra Bolívia e Chile, quatro jogadores viveram essa experiência: o lateral-direito Danilo, os volantes Fred e Arthur, e o atacante Diego Tardelli. Nenhum dos ”novatos” entrou em campo. Mas Tite e sua comissão fazem questão de frisar que os atletas são observados também pelos treinos e comportamento extracampo.

 

– Gostaria de enxergar mais, de experimentar mais. Mas tenho um dilema: ou fortalece em grandes jogos, ou fica testando em demasia. Pelo pouco tempo, a escolha é pelo fortalecimento – frisou Tite.

Ao todo, o técnico já convocou 60 jogadores em pouco mais de um ano de trabalho. Desses, 45 foram chamados para as eliminatórias. É desse universo que deverão sair as três próximas listas, ai já incluída a chamada final em maio de 2018. Além de Japão e Inglaterra, em novembro, o Brasil vai enfrentar a Rússia e Alemanha, em março.

 

– Não tive tempo. Gostaria de ter testado uma série de outros atletas, mas não deu. Tenho que fazer dos jogos e oportunidades, o crescimento do time. Pelo pouco tempo, não sei qual o limite dessa equipe. Mas a cada oportunidade ela vai se mostrando. Comigo vai ter correção do erro, valorização do acerto e combustível para crescer. Até onde? Não sei.

PUBLICIDADE