30/07/2019 17h00 - Atualizado em 30/07/2019 14h15

No Brasil, Emelec nunca venceu ou marcou gol em mata-mata de Libertadores

O Flamengo precisa vencer por três gols para avançar às quartas de final da Copa Libertadores

PUBLICIDADE
Extra

Extra

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Flamengo tem uma missão difícil na Copa Libertadores, mas pode se apegar os números para sonhar com a classificação. Após perder o jogo de ida por 2 a 0, em Guayaquil, o rubro-negro tem a seu favor o fato do Emelec nunca ter vencido ou sequer marcados gols em todos os jogos de mata-mata que disputou no Brasil.

 

Foram três oportunidades e em todas a equipe equatoriana acabou eliminada. A mais marcante delas aconteceu em 1995, quando o Emelec atingiu o seu melhor estágio na Copa Libertadores ao chegar nas semifinais. O algoz foi o Grêmio, que venceu por 2 a 0 em Porto Alegre após empate sem gols em Guayaquil.

 

Os outros dois confrontos foram mais recentes. Em 2012, também pelas oitavas de final, perdeu por 3 a 0 diante do Corinthians, no Pacaembu, após empate sem gols no Equador. Cenário parecido com o de 2013, na mesma do torneio, onde acabou derrotado pelo Fluminense por 2 a 0, em São Januário.

 

Também vale lembrar que, somando os jogos de todas as fases da Libertadores, o Emelec só venceu apenas uma vez atuando em terras brasileiras: foi nesta edição, quando bateu o Cruzeiro – recheado de reservas – por 2 a 1, no Mineirão. Antes disso, foram 14 confonrtos sem vitórias. Números que dão confiança para o técnico Jorge Jesus.

 

– Perder em uma eliminatória não é positivo. Vamos ver no Maracanã. Não há jogos iguais. As coisas não transcorreram bem. Com o Maracanã lotado, vamos buscar o resultado – declarou o português.

 

O Flamengo precisa vencer por três gols para avançar às quartas de final da Copa Libertadores, já que perdeu por 2 a 0 em Guayaquil, Equador. Se devolver o placar, a decisão vai para os pênaltis. Caso o Emelec marque, o rubro-negro terá que fazer quatro tentos. 

PUBLICIDADE