27/01/2017 11h11 - Atualizado em 27/01/2017 08h32

Justiça do RJ veta 4 torcidas organizadas do Corinthians em eventos esportivos

Determinação é válida até julgamento de ação civil pública

PUBLICIDADE
G1

G1

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Integrantes de quatro torcidas organizadas do Corinthians foram proibidas pela Justiça do Rio de ingressar em qualquer espaço que receba eventos esportivos em todo o país. O descumprimento da ordem implicará em multa de R$ 20 mil por cada integrante que for identificado.

 

A decisão do juiz Marcelo Rubioli, do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos do Tribunal de Justiça (TJRJ), vale até que seja julgada a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do estado do Rio (MPRJ). As torcidas podem recorrer da decisão.

 

Em seu despacho, o magistrado proíbe o ingresso ou permanência dos torcedores identificados com símbolos das quatro agremiações – Gaviões da Fiel, Coringão Chopp, Camisa 12 e Pavilhão Nove – em toda e qualquer praça de qualquer modalidade esportiva.

 

“Defiro a liminar pleiteada, para determinar o afastamento da empresa ré enquanto durar o presente processo, sob pena de multa da ordem de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) por integrante identificado e/ou por evento, além de sua retirada compulsória do local onde esteja sendo realizado o evento esportivo da agremiação apoiada, em todo o território nacional”, escreveu Rubioli.

 

No último dia 17, Rubioli determinou a soltura de 27 torcedores do Corinthians que estavam presos desde outubro no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio. O grupo havia sido detido após se envolver em uma confusão no Maracanã durante um jogo do time paulista contra o Flamengo.

PUBLICIDADE