12/08/2019 17h00 - Atualizado em 12/08/2019 14h15

Flamengo abre semana de clássico embalado por rodada positiva no Brasileiro

Vasco também venceu no final de semana

PUBLICIDADE
Extra

Extra

PUBLICIDADE
Delta Ativa

As caras amarradas deram lugares para largos sorrisos no elenco do Flamengo. Nada como uma importante vitória no Campeonato Brasileiro para recolocar o clube no eixo e, abrindo a semana de clássico contra o Vasco, a “ajudinha” que os concorrentes diretos pelo título deram ao rubro-negro ajudam a embalar essa preparação.

 

O Flamengo abriu a 14ª rodada com oito pontos de distância do líder Santos e a quatro do vice Palmeiras. Após vencer o Grêmio, viu o alvinegro ser derrotado pelo São Paulo e o alviverde empatar com o Bahia para ficar a cinco e dois pontos, respectivamente, dos clubes que estão no topo da tabela.

 

É embalado nessa sequência positiva que o Flamengo volta a treinar nesta segunda-feira, às 16h, no Ninho do Urubu, e começa a pensar no Vasco. A decisão do cruz-maltino de vender o seu mando para Brasília — duelo será no Mané Garrincha — faz o clube novamente colocar a parte física na ponta do lápis já que terá mais uma viagem pela frente.

 

Quanto aos atletas, a semana livre será importante para reavaliar as condições de nomes como Everton Ribeiro, que revelou ainda não estar totalmente livre das dores, e Arrascaeta, que ainda não está fisicamente 100%. Eles não preocupam a comissão técnica, mas o controle é feito visando o duelo contra o Internacional, no dia 21, pela Copa Libertadores.

 

Gabigol e Lincoln dependem da evolução de suas lesões musculares para estarem à disposição para o clássico. A dupla de atacantes está na fase de transição — da academia para trabalhos leves com bola — e acompanhada de perto pelos fisioterapeutas do clube.

 

Quem não deve retornar contra o Vasco é Rodrigo Caio, que sofreu lesões no adutor e na posterior da coxa esquerda e ainda não tem data para voltar. O camisa 3 deu um novo passo na sua recuperação com corridas leves ao redor do gramado, mas ainda não trabalhou bola — o que pode acontecer nesta semana.

PUBLICIDADE