02/12/2019 15h35

Entenda por que Sampaoli é o principal alvo do Palmeiras para o lugar do demitido Mano

Técnico argentino pode deixar o Santos ao final da temporada por crise com o presidente

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Jorge Sampaoli, atual técnico do Santos, é o principal alvo do Palmeiras para a lugar do demitido Mano Menezes. A saída do treinador após a derrota para o Flamengo, no último domingo, pelo Brasileirão, só aumentou a pressão de conselheiros e torcedores do Verdão a favor da contratação do argentino.

 

Sampaoli é muito bem avaliado internamente e considerado o principal candidato, mesmo que uma negociação seja vista como difícil por pessoas da diretoria neste momento. Há expectativa de que o interesse alviverde avance ao longo da semana.

 

Na entrevista coletiva após a partida, no último domingo, o presidente Maurício Galiotte desconversou ao ser questionado sobre Sampaoli.

 

O presidente do Palmeiras ressaltou por mais de uma vez a necessidade de mudanças no estilo de jogo da equipe para ter um perfil competitivo na próxima temporada.

 

– Não vamos falar de nomes neste momento. O projeto vem sendo avaliado. Não atingimos os objetivos do ano. Tem de tomar decisões. Não falamos em nomes até o momento – afirmou Galiotte.

– A gente busca um modelo de jogo que seja competitivo. Esse é o perfil que o Palmeiras busca no mercado. Temos grandes jogadores no elenco. Não podemos esquecer que há três ou quatro meses o Palmeiras era considerado o melhor elenco do Brasil. É uma mudança de rota – completou o presidente.

 

 

Sampaoli já esteve na pauta de discussão do Palmeiras no ano passado, antes da contratação de Felipão. Além do estilo de jogo, o treinador é bem avaliado também pelo conhecimento do mercado sul-americano.

 

Vale lembrar que o Verdão vai disputar a fase de grupos da Libertadores em 2020 pelo quinto ano consecutivo, algo inédito na história do clube.

 

Hoje rival do Verdão, o técnico argentino tem contrato com o Santos até o fim 2020, mas não tem permanência garantida na próxima temporada.

 

A tendência, inclusive, é que o argentino siga o rumo do diretor de futebol Paulo Autuori e deixe o clube alvinegro. À procura por um projeto que o permita brigar por títulos, ele também está na mira do Racing.

PUBLICIDADE