13/02/2018 12h30 - Atualizado em 13/02/2018 08h21

Elenco do Vasco vale 12 vezes mais do que o do Jorge Wilstermann, segundo site especializado

O Jorge Wilstermann adquiriu o direito de decidir a vaga na altitude de 2.800 metros

PUBLICIDADE
Torcedores.com

Torcedores.com

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Vasco x Jorge Wilstermann começam a decidir nesta quarta-feira (14), às 21h45 (horário de Brasíllia), em São Januário, quem vai avançar ao grupo 5 da Copa Libertadores e se juntar a Cruzeiro, Racing e Universidad de Chile. Se formos levar em conta os valores de mercado dos elencos dos dois times, o Gigante da Colina leva a melhor já que vale 12 vezes mais que o boliviano. 

 

De acordo com o site Transfermarkt, o Vasco tem valor de mercado estimado em 41,50 milhões de euros (cerca de R$ 167 milhões). O elenco do Jorge Wistermann vale 3,45 milhões de euros (cerca de R$ 14 milhões).

 

Do plantel cruzmaltino, os mais valorizados são o atacante Paulinho (10 milhões de euros), o zagueiro Erazo (3 milhões de euros), o goleiro Martín Silva (2 milhões de euros), o atacante Kelvin (2 milhões de euros) e o lateral-esquerdo Fabrício (1,5 milhão de euros). Desses, apenas Kelvin não foi inscrito na competição sul-americana já que se recupera de grave lesão no joelho. 

 

Do elenco do Jorge Wilstermann, os mais valorizados são os meias Cristian Chavez e Fernando Saucedo (450 mil euros cada – cerca de R$ 1,8 mihão), o atacante Alcides Peña (450 mil euros – cerca de R$ 1,8 milhão) e o meia Alejandro Meleán (400 mil euros – cerca de R$ 1,6 milhão). 

 

O jogo 

O Vasco tem um desfalque confirmado para o primeiro jogo em São Januário. Expulso na classificação contra o Universidad de Concepción, o zagueiro Erazo cumpre suspensão. O substituto ainda não foi definido pelo técnico Zé Ricardo, mas a tendência é que Paulão seja o escolhido. O restante da equipe deve ser o mesmo que venceu os chilenos.

 

O Jorge Wilstermann adquiriu o direito de decidir a vaga na altitude de 2.800 metros de Sucre por ter ranking da Conmebol superior ao adversário. A lista dá maior importância ao desempenho dos times nos últimos 10 anos. O clube boliviano, quadrifinalista na última edição, ocupa a 43ª posição. O Vasco, que não disputava a Libertadores desde 2012, é apenas 54º colocado. 

PUBLICIDADE