25/10/2019 16h13

De Paulo Victor a André: vexame contra o Flamengo põe jogadores em xeque no Grêmio

Presidente Romildo Bolzan e Renato Gaúcho defendem elenco

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Renato Gaúcho decantava orgulhoso a cada entrevista o “melhor futebol do Brasil” exibido por seus comandados. Um estilo de jogo vistoso consolidado com títulos pelo Grêmio. Mas que ruiu de forma vexatória diante de 60 mil no Maracanã, na derrota por 5 a 0 para o Flamengo, na última quarta-feira.

 

Se a dolorosa eliminação na semifinal da Libertadores não chega a por em xeque a era vitoriosa com o maior ídolo no comando da equipe nos últimos três anos, levanta uma série de dúvidas sobre atletas de todos os setores.

 

 

Paulo Victor é um dos principais alvos da torcida — Foto: Lucas Bubols / GloboEsporte.comPaulo Victor é um dos principais alvos da torcida — Foto: Lucas Bubols / GloboEsporte.com

Paulo Victor é um dos principais alvos da torcida — Foto: Lucas Bubols / GloboEsporte.com

 

As contestações e revolta da torcida recaem com mais força sobre o goleiro Paulo Victor, o volante Michel e o atacante André. Mas todos seguem respaldados pelo presidente Romildo Bolzan. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o mandatário rechaçou uma cirurgia profunda no elenco e garantiu a sequência de um processo lento e gradual de renovação no plantel.

 

– Não é simplesmente chegar, liquida um plantel e compra outro. Nós não estamos em fase de reforma total. Estamos em fase de aperfeiçoamento dos nossos processos. São jogadores experientes. Não acredito no abalo de confiança. Foi um jogo infeliz. Mas o Grêmio vai reagir – diz, taxativo, o presidente.

 

Na mesma entrevista, Romildo bancou a confiança de Renato e falou em “autoavaliação” para identificar erros. Antes disso, o GloboEsporte.com elenca nomes que saem chamuscados e em xeque após uma queda tão traumática.

 

“É sempre assim. Já estou vacinado. O jogador não joga bem e já começa a ser massacrado. Mas eu tenho que defender o meu grupo. É esse grupo que vai tenta colocar o Grêmio entre os quatro primeiros (do Brasileirão)” (Renato)

Paulo Victor

Herói na conquista do bicampeonato do Gauchão, Paulo Victor vê as três defesas contra o Inter nos pênaltis ficarem cada vez mais no passado. Alvo de contestações crescentes da torcida, o goleiro foi vazado 10 vezes nos dois confrontos com o Flamengo – quatro dos gols foram anulados, é verdade.

 

O camisa 1 até fez algumas defesas difíceis nas duas decisões, mas as más jornadas e a insegurança transmitida especialmente no duelo da Arena despertam a sensação de que sua titularidade tem dias contados. E de que o Grêmio irá ao mercado em busca de um novo goleiro para 2020.

 

A atuação na derrota para o Bahia, em que ficou imóvel na cobrança de pênalti de Arthur Caíke, também contribui. No primeiro gol do Flamengo no Maracanã, ficou a impressão de que poderia ter segurado mais firme o chute de Gabigol.

 

 

Paulo Victor no aquecimento para o jogo do Maracanã — Foto: BP FilmesPaulo Victor no aquecimento para o jogo do Maracanã — Foto: BP Filmes

Paulo Victor no aquecimento para o jogo do Maracanã — Foto: BP Filmes

 

E os laterais?

Sem o titular Leonardo, Renato Gaúcho rodou entre Galhardo e Léo Moura a cada partida para escolher o substituto na lateral direita do Grêmio no Maracanã. E escolheu a improvisação do zagueiro Paulo Miranda. A opção denota uma ideia mais defensiva para a decisão. Mas também diz muito sobre o rendimento aquém das duas alternativas de origem para a posição.

 

Aos 41 anos recém-completos, o veterano ganha cada vez menos minutos em campo e tem a permanência incerta para 2020. Galhardo vive situação semelhante: seu contrato por empréstimo do Vasco se encerra ao fim do ano.

 

 

Paulo Miranda foi o titular da lateral direita contra o Flamengo — Foto: Lucas Uebel/GrêmioPaulo Miranda foi o titular da lateral direita contra o Flamengo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Paulo Miranda foi o titular da lateral direita contra o Flamengo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

 

Michel

A atuação no duelo de 180 minutos também põe em xeque o posto de Michel no Grêmio. Na Arena, o volante sofreu e comprometeu a saída de bola da equipe diante da marcação pressão aplicada pelo Flamengo.

 

No duelo da volta, ele foi protagonista negativo do lance que mudou o jogo. No fim do primeiro tempo, forçou passe para Maicon, que acabou desarmado. Depois, não acompanhou Bruno Henrique, que puxou o contra-ataque e aproveitou rebote de Paulo Victor para abrir o placar.

 

 

Michel e André no aquecimento antes de enfrentar o Flamengo — Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.comMichel e André no aquecimento antes de enfrentar o Flamengo — Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com

Michel e André no aquecimento antes de enfrentar o Flamengo — Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com

 

André

Renato Gaúcho viu seu goleiro sofrer cinco gols nos 90 minutos no Maracanã. Mas a decisão mais polêmica foi a escolha por André para a referência do ataque, com Diego Tardelli no banco de reservas. O centroavante é muito contestado pela torcida pela falta de gols – são sete em 44 jogos na temporada – e de contribuição com a mecânica de jogo da equipe, de maneira geral.

 

O treinador atribuiu a opção à característica de retenção de posse de bola e maior força para segurar os zagueiros. Algo que André não fez ao longo da partida. Chama atenção também que Tardelli, a principal contratação do Grêmio para a temporada, foi a segunda opção para entrar no segundo tempo, atrás de Pepê.

 

– André tem um característica diferente do Tardelli e achei que pudesse ser melhor. Tínhamos que incomodar os zagueiros do Flamengo. Tardelli se movimenta muito. Se o André não jogou bem, a equipe toda não jogou – defende Renato.

 

E Luan?

Protagonista no tri da América em 2017, Luan foi desfalque do Grêmio nesta quarta-feira. Sua ausência joga luz e reforça algo recorrente nos últimos anos: os constantes problemas médicos que freiam a sequência na equipe titular.

 

O camisa 7 sofreu com uma fascite plantar durante boa parte do ano passado. Uma nova lesão o fez perder espaço para Jean Pyerre no início de 2019. Luan, aliás, recuperava seu bom futebol e protagonismo no Grêmio até este último problema recente: uma fissura no pé direito ameaça não só o restante da temporada, mas até sua continuidade no Grêmio.

 

 

Luan assistiu à partida em cabine do Maracanã — Foto: Tiago Cirqueira / RBS TVLuan assistiu à partida em cabine do Maracanã — Foto: Tiago Cirqueira / RBS TV

Luan assistiu à partida em cabine do Maracanã — Foto: Tiago Cirqueira / RBS TV

PUBLICIDADE