12/10/2017 14h14

Cody sobre duelo com TJ: “Somos a verdadeira luta principal do UFC 217”

"Não somos uma luta armada", cutuca

PUBLICIDADE
SporTV

SporTV

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Cody Garbrandt fará sua primeira defesa do cinturão peso-galo contra TJ Dillashaw, no dia 4 de novembro, no Madison Square Garden, em Nova York. O card marca o retorno de Georges St-Pierre ao UFC, quatro anos depois de o ex-campeão dos meio-médios anunciar a sua aposentadoria do esporte. Garbrandt, no entanto, aposta que será a grande estrela do evento e que o combate contra Dillashaw receberá todos os holofotes na noite do UFC 217.

 

– Mal posso esperar para enfrentar o TJ, espero que ele fique saudável o resto do camp, assim como eu, e no dia 4 de novembro vamos entrar lá para dar um show. Somos a verdadeira luta principal, somos dois lutadores que não se gostam e têm muita animosidade, e que têm realmente uma história. Não somos uma luta armada como GSP e Bisping, somos a verdadeira luta principal e vamos mostrar isso no dia 4 de novembro – declarou o lutador em entrevista ao Combate.com.

 

Aos 26 anos, Garbrandt está invicto na carreira há 11 lutas. Ele e Dillashaw são ex-companheiros de time e já destilaram todo o veneno que um tem contra o outro durante a 25ª temporada do reality show “The Ultimate Fighter”, nos EUA, quando ambos foram treinadores da edição. O duelo chegou a ser marcado para o dia 8 de julho, no UFC 213, mas uma lesão nas costas tirou o campeão do combate.

 

– É uma luta que vem sendo muito aguardada e finalmente vai acontecer. Estamos muito perto de finalmente encerrar esse capítulo. Os fãs de luta estão aguardando esse duelo há algum tempo. Infelizmente, eu estava lesionado, tive que viajar para vários lugares nos EUA e no mundo para ver especialistas e conseguir resolver a dor e ficar saudável. O meu foco nos últimos sete, oito ou nove meses era apenas em ficar saudável e voltar ao meu melhor. Estou 100%, me sinto ótimo, acho que sou um melhor atleta e lutador indo para essa luta, e estou empolgado para entrar lá e fazer uma boa performance para os fãs e para mim mesmo.

 

 

Cody Garbrandt e TJ Dillashaw se enfrentam na co-luta principal do UFC 217 (Foto: Editoria de arte)Cody Garbrandt e TJ Dillashaw se enfrentam na co-luta principal do UFC 217 (Foto: Editoria de arte)

Cody Garbrandt e TJ Dillashaw se enfrentam na co-luta principal do UFC 217 (Foto: Editoria de arte)

 

Quanto à animosidade com TJ, Cody garante que não está adormecida, mas o foco agora é na reta final de preparação para o combate. O atleta da Team Alpha Male também garante que é superior ao rival em todas as áreas e que o combate contra Dillashaw marcará o início de seu legado no esporte.

 

– Primeiro de tudo, respeito o TJ como lutador. Como ser humano e pessoa, a história é outra. Ele é um ótimo lutador, vai entrar lá em forma, com um excelente condicionamento físico, mas eu sou muito superior a ele. Não importa para onde essa luta vá, eu vou ditar o ritmo, vou ditar para onde vai, eu sou o melhor lutador. É o meu título, o meu destino, e eu tenho muita sorte de ter um adversário como o TJ, que vai me testar no melhor de mim, assim como o Dominick Cruz fez. Eu preciso desses oponentes para me testar no meu melhor. (…) Vou ter a minha primeira defesa de título contra o TJ, então vou entrar lá e dar um show. Sinto falta disso, venci o título, estou muito empolgado com isso, mas agora esse título está em jogo. Então, no dia 4 de novembro eu vou começar o meu legado – finalizou.

 

 

UFC 217
4 de novembro, em Nova York (EUA)
CARD PRINCIPAL (até o momento):
Peso-médio: Michael Bisping x Georges St-Pierre
Peso-galo: Cody Garbrandt x T.J. Dillashaw 
Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Rose Namajunas
Peso-meio-médio: Stephen Thompson x Jorge Masvidal
CARD PRELIMINAR (até o momento):
Peso-leve: Joe Duffy x James Vick
Peso-médio: Johny Hendricks x Paulo Borrachinha
Peso-meio-médio: Mickey Gall x Randy Brown
Peso-pesado: Curtis Blaydes x Alexey Oliynyk
Peso-meio-pesado: Corey Anderson x Patrick Cummins
Peso-galo: Ricardo Carcacinha x Aiemann Zahabi
Peso-pesado: Walt Harris x Mark Godbeer*

PUBLICIDADE