06/12/2017 09h30 - Atualizado em 06/12/2017 08h12

Botafogo rejeita “refugos” e pede nomes de peso por Bruno Silva; Pottker interessa

Arrascaeta e Robinho são nomes que agradam ao Alvinegro

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Foi uma terça-feira agitada de reuniões em General Severiano. O Cruzeiro saiu confiante, o Inter vai formalizar proposta, mas o Botafogo promete fazer jogo duro na negociação envolvendo Bruno Silva. Nenhum clube incluiu dinheiro nas ofertas.

 

Nomes de jogadores foram colocados na mesa, mas nenhum encantou o clube carioca. O Botafogo não tem interesse em “refugos”. Ou seja: o clube não pretende trocar Bruno Silva por atletas encostados no Inter ou no Cruzeiro. Quer dinheiro ou nomes valorizados, como o colorado William Pottker ou o uruguaio Arrascaeta. O que dificilmente acontecerá.

 

Foram duas reuniões. Primeiro o Botafogo recebeu o diretor-executivo do Inter, Jorge Macedo. Em seguida, foi a vez de Wagner Pires de Sá, presidente do Cruzeiro, e Itair Machado, vice de futebol. Carlinhos Sabiá, agente de Bruno, esteve presente em ambas.

 

O presidente Carlos Eduardo Pereira, o vice Nelson Mufarrej, o vice de futebol Cacá Azeredo, o gerente Antônio Lopes e o advogado do futebol, Anibal Rouxinol representaram o Botafogo.

 

Encontro com o Inter

 

Botafogo tentou a contratação de Pottker duas vezes antes dele acertar com o Inter (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG )Botafogo tentou a contratação de Pottker duas vezes antes dele acertar com o Inter (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG )

Botafogo tentou a contratação de Pottker duas vezes antes dele acertar com o Inter (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG )

 

O Colorado não chegou a apresentar uma oferta. No papo com a diretoria do Botafogo, alguns nomes foram citados, mas nada concreto. O Inter manifestou seu interesse e ouviu que Bruno Silva não será liberado facilmente. Uma proposta será enviada por e-mail nas próximas horas.

 

William Pottker é um antigo desejo do Botafogo e interessa. O Alvinegro, inclusive, já tentou duas vezes a contratação do atacante. O Colorado, porém, dificilmente incluirá o jogador. Além de um centroavante, o clube carioca ainda busca por um lateral-esquerdo e um atacante de lado.

 

Reunião com o Cruzeiro

O Cruzeiro foi mais incisivo. O clube apresentou uma lista de jogadores que retornam de empréstimo e não serão aproveitados: Rafael Marques foi oferecido. No entanto, o nome não empolgou em um primeiro momento. O Botafogo manifestou o desejo de contar com Arrascaeta ou Robinho, mas os mineiros avisaram que a dupla segue em Belo Horizonte.

 

– Foi muito boa (a reunião). Agora falta nós acertarmos detalhes internos para ver se conseguimos conciliar nossos interesses. Foi muito boa, mas ainda faltam alguns detalhes. Isso é complicado. Essa engenharia financeira de transações… Se aceitam alguns jogadores nossos, valores. Isso são coisas internas. Depende do time (Botafogo) – disse o presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá.

 

Multa fora de cogitação

Apesar do otimismo mineiro, o Botafogo não saiu da reunião com o mesmo sentimento. Para o clube, os interessados receberam a mensagem clara: terão de melhorar as ofertas para levar Bruno Silva. A tendência é que a novela se arraste por mais alguns dias.

 

A multa do jogador é de R$ 20 milhões, mas o Botafogo tem apenas 40% dos direitos econômicos de Bruno. Mesmo assim, nenhuma das partes cogita pagar R$ 8 milhões para tirar o atleta de General Severiano.

PUBLICIDADE