06/12/2018 10h19 - Atualizado em 06/12/2018 10h20

Atritos pesam, e permanência ou não de Valentim influi no futuro de Martín Silva no Vasco

Goleiro não tem boa relação com o treinador e dificilmente fica em São Januário em caso de continuidade do comandante

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Os destinos de Martín Silva e Alberto Valentim no Vasco estão entrelaçados. O goleiro e o treinador tiveram atritos na reta final do Campeonato Brasileiro, o que culminou na barração do uruguaio. Nos bastidores, há quem considere difícil a permanência de Martín caso Valentim seja mantido para 2019.

 

 

Martín Silva tem contrato com o Vasco até 2020 — Foto: Bruno Giufrida/GloboEsporte.comMartín Silva tem contrato com o Vasco até 2020 — Foto: Bruno Giufrida/GloboEsporte.com

Martín Silva tem contrato com o Vasco até 2020 — Foto: Bruno Giufrida/GloboEsporte.com

 

Com a diretoria analisando o custo-benefício do jogador, alguns clubes procuraram informações sobre Martín. A situação, inclusive, motivou uma declaração do diretor de futebol Alexandre Faria após o jogo contra o Ceará.

 

– É um ídolo e precisamos ter cuidado com algumas coisas. Tem muitos clubes querendo goleiro e podem querer criar atrito dele com o Vasco. O Martín é nosso líder, é espetacular, tem contrato e estamos muito felizes com ele – disse Faria.

 

 

A relação entre Martín e Valentim começou a piorar quando o treinador deu a faixa de capitão a Ramon. Depois, seguiram-se pequenos episódios. A decisão de deixar o goleiro fora do jogo contra o Sport, após ele retornar da seleção uruguaia, também desagradou. O mesmo aconteceu diante do São Paulo.

 

O clima de Martin com o elenco também se deteriorou. O goleiro ficou fora até do banco nos dois jogos finais, em virtude de dores no joelho. Em ambos os jogos, estaria no banco para Fernando Miguel. A postura do uruguaio decepcionou alguns jogadores.

 

Martin tem contrato com o Vasco até o fim de 2020. Seu salário é um dos mais altos do elenco – é pouco mais que o triplo de Fernando Miguel, que terminou o ano como titular. Por conta disso, a diretoria analisa ir ao mercado em busca de outro goleiro para a próxima temporada.

PUBLICIDADE