16/04/2018 07h55 - Atualizado em 16/04/2018 07h12

Após estreia com derrota, Avaí se concentra para última fase da “Missão Goiás”

PUBLICIDADE
Notícias do Dia

Notícias do Dia

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Depois de falhar na segunda de uma espécie de “missão” envolvendo os clubes goianos, o Avaí se concentra na terceira e mais importante das batalhas: a partida de volta da quarta fase da Copa do Brasil, diante do Goiás, em jogo que vale uma vaga nas oitavas de final e um aporte de R$2,5 mi nas finanças.

 

Há, pelo menos, duas semanas, o Avaí só pensa no estado de Goiás. Não por qualquer envolvimento com a federação goiana de futebol, mas porque desde que se despediu do estadual, no dia 1º de abril, o Leão da Ilha concentrou suas forças para o jogo diante do Esmerladino, na última quarta, válido pela partida de ida da Copa do Brasil – na ocasião, empate em 2 a 2.

 

No sábado (14), embora clube e competição diferentes, o time de Claudinei Oliveira estreou com derrota na Série B para o Vila Nova-GO, no estádio Serra Dourada, 1 a 0, gol de Matheus Anderson, aos 37’ do segundo tempo.

 

Em entrevista concedida após a partida, o treinador azurra tratou a derrota como “normal” quando o assunto é Série B. O alerta, no entanto, recai sobre a necessidade de fazer boa campanha dentro da Ressacada se o time quiser ser um dos candidatos à Série A em 2019.

 

O elenco azurra seguirá no Centro-Oeste para o confronto desta quarta-feira, contra o Goiás, às 19h30. Maurinho, que saiu machucado com 25 minutos de jogo, deve ser o principal desfalque. Marquinhos, que ficou em Florianópolis para tratar uma lesão e Luanzinho, por opção técnica, poderão ser recrutados para compor o grupo.

 

Mais dois treinamentos estão previstos para segunda e terça, respectivamente, onde Claudinei deverá definir o time titular.

PUBLICIDADE