06/12/2017 10h21 - Atualizado em 06/12/2017 10h17

APAE de Taió participa do PARAJASC e conquista seis medalhas para o município

Ao todo, foram 12 modalidades disputadas até esta quarta-feira

PUBLICIDADE
Assessoria de Imprensa

Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Desde a última sexta-feira (01/12), a cidade de Criciúma recebe a 13ª edição Jogos Abertos Paradesportivos de Santa Catarina (PARAJASC). A competição reúne cerca de 1.750 atletas de 52 municípios e ainda conta com a participação do Comitê Paralímpico Brasileiro e de competidores paralímpicos que representaram o país nas Olímpiadas de 2016.

 

Ao todo, foram 12 modalidades disputadas até esta quarta-feira, dia 6 de dezembro: atletismo, basquetebol, basquetebol em cadeira de rodas, bocha, bocha paralímpica, ciclismo, futsal, golbol, handebol em cadeira de rodas, natação, tênis de mesa e xadrez, nos segmentos físico, auditivo, intelectual e visual.

 

Taió esteve presente, representada pela equipe de atletas da APAE, acompanhados de representantes da associação, juntamente com a CME Taió e o atleta Walmor Giovanella. Os taioenses foram destaque no atletismo com a atleta Geovana Maria Ruchinski, na categoria Deficiente Visual T12, conquistando o ouro nos 100m e duas medalhas de prata nos 400m, e Ederson Wilhelm, na categoria Deficiente Físico T36, com a prata nos 400m, 800m e 1500m, totalizando seis medalhas ao município de Taió: uma de ouro e mais cinco de prata. Os deficientes intelectuais da APAE de Taió infelizmente não conseguiram o pódio, mas como ficaram entre os seis primeiros na categoria, também pontuaram.

 

De acordo com a FESPORTE, os PARAJASC irão distribuir 165 troféus e mais de 5 mil medalhas. Chapecó, com sete títulos, é a cidade que mais venceu a competição. Joinville é a segunda, com quatro taças.

PUBLICIDADE