19/09/2019 11h11 - Atualizado em 19/09/2019 08h51

Andrés diz que Corinthians tomou “show” do Independiente del Valle: “Uma aula de futebol”

Presidente reconhece inferioridade do Timão e banca Carille em caso de eliminação

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, esbanjou sinceridade em sua avaliação sobre a derrota do Timão por 2 a 0 para o Independiente del Valle, na primeira semifinal da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, em Itaquera.

 

Na zona mista, após a partida, Andrés reconheceu a superioridade da equipe equatoriana e disse que o Corinthians poderia ter perdido até por mais.

 

– O time sentiu muito. Tomamos um show de bola, jogamos mal e eles jogaram muito bem. A realidade é essa. Tem dia que dá tudo errado e hoje deu tudo errado para nós e tudo certo para eles. Eles deram uma aula de futebol, temos que nos conscientizar disso. E ir forte para quarta-feira tentar reverter.

 

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, na Arena — Foto: Renato Pizzutto/BP FilmesAndrés Sanchez, presidente do Corinthians, na Arena — Foto: Renato Pizzutto/BP Filmes

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, na Arena — Foto: Renato Pizzutto/BP Filmes

 

Depois da partida, o presidente corintiano foi ao vestiário do Timão e tentou motivar os jogadores, fazendo um discurso.

 

– Nós jogamos muito mal e eles jogaram muito bem, é um time que a gente vinha acompanhando, fizeram grandes jogos, eliminaram o Independiente lá na Argentina. Mas hoje foi uma imposição muito grande fisicamente, tecnicamente e concentrado, por isso ficamos para trás – declarou o cartola, antes de completar:

 

– Eles não nos deixaram jogar. Tem que ser franco. Não adianta dar desculpa. Eles deram um show de bola, nós jogamos mal e perdemos. Saiu barato o 2 a 0.

Andrés também bancou a permanência do técnico Fábio Carille em caso de eliminação na próxima semana.

 

– Esse é o grande problema da imprensa brasileira, do dirigente brasileiro, da torcida brasileira. Perde um ou dois jogos e tem que mandar o treinador embora, o presidente embora, o jogador embora. Não é assim que se faz futebol. Ninguém vai tirar o Carille, não. Quando ele ganha é bom, quando perde não pode ser tão ruim.

 

Corinthians e Independiente del Valle voltam a se enfrentar na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito.

 

Se devolver os 2 a 0, o Timão leva a decisão da vaga para os pênaltis. Para se classificar direto, precisa vencer por dois gols de diferença desde que faça três ou mais gols (3 a 1, 4 a 2…).

PUBLICIDADE