20/09/2018 12h30 - Atualizado em 20/09/2018 08h29

Ainda sem vencer no Vasco, Leandro Castán se diz incomodado: ‘Eu fico p…’

"Não gosto de perder nem no treino. Isso me incomoda"

PUBLICIDADE
Extra

Extra

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Não são apenas os torcedores que se irritam com a má fase do Vasco. Ontem, Leandro Castán deixou claro que ele também fica enervado com o momento vivido. Desde que foi contratado em agosto, o zagueiro atuou em apenas três partidas, sem vitórias. Foram dois empates e uma derrota.

 

— Eu fico p***, cara. Essa é a verdade. Não gosto de perder nem no treino. Isso me incomoda — desabafou. — Vim para cá para vencer jogos e não vejo a hora de vencer o primeiro.

 

 

Um dos mais experientes do elenco, com um título brasileiro pelo Corinthians em 2011, o zagueiro de 31 anos afirmou que é também o seu papel ajudar os mais jovens do grupo.

 

— Temos conversado para passar confiança para todos. Entender que jogamos bem e o que falta é vencer. Chegou o momento de não só jogar bem. Procurar passar tranquilidade para os mais jovens, porque é um momento delicado. São 14 jogos — afirmou Castán.

 

Com tempo para treinar, o técnico Alberto Valentim tem aproveitado a semana no centro de treinamento em Vargem Pequena. Apesar de ter 14 rodadas até o fim da competição, uma a mais do que os demais adversários, para fugir da zona de rebaixamento em que está atualmente (em 18º), Castán pede concentração no jogo da próxima segunda-feira, contra o Bahia.

 

— Na minha cabeça, eu não penso na última rodada do campeonato. Sei o peso dessa camisa, o quanto é difícil jogar contra o Vasco. O Vasco tem de entrar para vencer. Tem de ser assim, onde for. Jogo após jogo — analisou.

 

— Jogar em São Januário não atrapalha. Quero jogar sempre ao lado do meu torcedor. Não tem relacionamento conturbado. Sabemos que os últimos resultados não foram bons. A torcida nos cobrou, entendemos e estamos buscando o resultado. (…) O torcedor pode acreditar que vamos sair dessa situação. Ele é muito importante nesse momento — prometeu o beque, por fim.

PUBLICIDADE