11/07/2018 16h10 - Atualizado em 11/07/2018 13h44

Será que você deve dar uma segunda chance a alguém que conheceu no Tinder?

Você pode ter confiado demais na química na primeira vez

PUBLICIDADE
Yahoo!

Yahoo!

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Não há dúvida de que o mundo da paquera online avança rapidamente. Afinal, este é um dos seus benefícios. No entanto, às vezes, mover a tela para a esquerda ou para a direita com tanta rapidez também lembra os relacionamentos da vida real. Muitas pessoas já saíram com alguém e seguiram em frente, devido à falta de química ou a uma incompatibilidade total dos estilos de vida. Às vezes este tipo de julgamento rápido, num encontro, parece 100% certo, mas em outros casos, você pode se perguntar se você rejeitou a pessoa rápido demais, e pensar na hipótese de entrar em contato novamente. Você terá que se perguntar: é uma boa ideia dar uma segunda chance a um ex-encontro do Tinder?

 

Depende dos seus motivos, diz Samantha Burns, coach de relacionamentos e autora de ‘Breaking Up & Bouncing Back’. Se você está considerando um match antigo porque está sem opções no momento, então esta não é uma boa razão. Na maioria das vezes, o que o afastou daquela pessoa – seja dificuldade de comunicaçãofalta de atração física, ou valores diferentes – vai continuar sendo um problema. No entanto, se você percebeu que não deu tempo ou atenção suficiente à pessoa num primeiro momento, reiniciar o contato pode ser bom.

 

“A única razão pela qual você deve dar uma segunda chance a alguém que conheceu no Tinder é se você conseguir responder à pergunta: ‘Por que não deu certo da primeira vez?’ e conseguir justificar o que mudou,” explica ela. É possível que no primeiro encontro você estivesse atolado de trabalho, tivesse acabado de se mudar, ou não tivesse superado seu ex e por isso, não conseguiu dar prioridade em conhecer alguém novo. Nestes casos, seu pretendente não teve uma chance justa, então vale a pena descobrir se vocês têm química ou não.

 

Por outro lado, você pode ter confiado demais na química na primeira vez e excluído alguém com quem não sentiu uma conexão imediata. “Muitos dos usuários destes aplicativos ficam presos a aspectos superficiais, como diferentes gostos musicais ou a forma como a pessoa mastiga a comida,” diz Burn. “Ou então, eles esperam fogos de artifício irreais a partir de um encontro de uma hora”. Muitas pessoas não pensam em como a atração pode aumentar com o tempo, especialmente se os envolvidos se tornarem mais íntimos emocionalmente. Segundo ela, esta mentalidade da rapidez dos aplicativos de encontros não funciona quando você está tentando descobrir se é emocionalmente compatível com alguém ou não. Então, se você está rejeitando as pessoas sem conversar sobre o que ambos estão buscando num relacionamento, pode estar deixando passar alguém que combinaria muito com você.

 

Isso significa, é claro, que primeiro é necessário saber o que você espera de uma relação. Para conhecer pessoas de forma mais inteligente e intencional, você terá que conhecer-se primeiro, de acordo com Burns. “Se você não sabe o que quer, ou o que sente a respeito disso, não saberá quando encontrou e se encontrou o que estava buscando,” explica ela.

 

Depois que você descobrir o que quer de uma relação, algumas pessoas com quem você saiu uma ou duas vezes, podem parecer bons candidatos. Afinal, talvez você não lhes tenha dado tempo suficiente para mostrar seu lado mais pessoal, ou fazer as perguntas que realmente importam. Se este for o caso, vá em frente e entre em contato novamente. Na pior das hipóteses, você vai ouvir um “não”.

 

 

Kasandra Brabaw

Refinery 29 UK

PUBLICIDADE