11/02/2019 11h30 - Atualizado em 11/02/2019 09h08

Mãe fica revoltada após marido falar palavrão para a filha recém-nascida do casal

Os bebês conseguem entender palavrões?

PUBLICIDADE
Yahoo!

Yahoo!

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Uma mulher dividiu opiniões no site britânico de maternidade Mumsnet por ter ficado “revoltada” depois de flagrar o marido falando um palavrão para sua bebê de nove semanas.

 

A mãe escreveu: “Eu ouvi o meu marido falando um palavrão para a nossa filha de nove semanas de vida porque ela estava com um pouco de refluxo. Estou sendo irracional por ficar revoltada?”

 

Mais tarde, na mesma postagem, ela explicou melhor o que havia acontecido: “Ele usou um palavrão seguido pelo nome dela para reclamar do trabalho que ela estava dando. Ele só estava cuidando dela há alguns minutos e nós dormimos bastante à noite, então não havia ninguém exausto ou com privação de sono por aqui”.

 

A questão de falar palavrões na frente de um bebê pequeno dividiu as usuárias do site, e a publicação já recebeu 129 respostas.

 

Algumas demonstraram sua empatia pela mãe, e uma pessoa inclusive compartilhou sua própria experiência, com um marido que fez a mesma coisa.

 

“Meu ex era muito duro com a nossa filha recém-nascida e a xingava com frequência. Ele também costumava xingar o filho dele, eu e outras pessoas pelas costas. Isso não é legal, não é aceitável,” escreveu ela.

 

Outra usuária do site pediu mais detalhes, dizendo: “Depende do contexto; é diferente se ele estava xingando a situação ou dirigindo o palavrão diretamente a ela”.

 

No entanto, a maioria das respostas à postagem pareceu concluir que a mulher estava “exagerando” e que ela deveria “dar uma colher de chá” ao marido.

 

Uma pessoa disse: “Um enorme exagero. Ele não a xingou diretamente; parece mais uma exasperação. Ficar revoltada por causa disso me parece um pouco demais”.

 

Outra acrescentou: “Acho que você precisa dar uma colher de chá a ele. Todo mundo fala palavrões ao cuidar de um recém-nascido. É um período muito estressante, mas melhora. Sejam legais um com o outro”.

 

“Sim, você está exagerando bastante. Eu já disse coisas piores aos meus filhos nessa idade. Não significa nada, é apenas um desabafo,” dizia outro comentário.

 

Os bebês conseguem entender palavrões?

Ainda que a mulher tenha sido acusada de reagir exageradamente à situação, um especialista acredita que ela pode ter um pouco de razão.

 

O Dr. Robert Titzer, pesquisador infantil e especialista do The Baby Show, diz: “Embora os bebês geralmente não digam suas primeiras palavras antes de completarem um ano de idade, eles são capazes de entender palavras com cinco meses de vida, se os pais as usarem regularmente”.

 

“Com nove semanas, ouvir um palavrão ou outro, de vez em quando, não traz muitos problemas”.

 

“Mas se um pai ou mãe fala palavrões frequentemente na frente do bebê, ele vai aprender estas palavras, ainda que não existam sinais de que a criança as reconhece até que comece a falar”.

 

“Os pais devem reconhecer a habilidade de seus bebês de entender a linguagem e dizer palavras que sejam apropriadas para a aprendizagem infantil”.

 

“Outra preocupação é a raiva que os pais podem sentir quando falam o palavrão. Se você está irritado ou chateado, é melhor expressar estas emoções longe do seu bebê”.

 

Este não é o primeiro assunto que causou polêmica na plataforma do Mumsnet recentemente.

 

Em novembro do ano passado as usuárias se dividiram ao compartilhar opiniões e avaliar se é seguro deixar um bebê recém-nascido sozinho para ir tomar banho, depois de uma mãe de primeira viagem falar sobre o tema no fórum.

 

Algumas incentivaram a mãe a parar de se preocupar tanto e tomar banho, enquanto outras sugeriram que ela levasse a babá eletrônica até o banheiro com ela, ou até que levasse o bebê em um bouncer.

 

 

Francesca Specter

PUBLICIDADE